Volume 2, número 2


Esta publicação é licenciada pela Creative Commons
(CC BY-NC-SA 3.0)

Volume 2, número 2


Editorial

Edição Temática – Teleodontologia

Ana Estela Haddad


Artigo Original

Atrasos nos Encaminhamentos de Pacientes com Suspeita de Câncer Bucal: Percepção dos Cirurgiões-Dentistas na Atenção Primária à Saúde

Amanda Ramos da Cunha
Caren Serra Bavaresco
Vinícius Coelho Carrard
Eduardo Madruga Lombardo

Resumo

Introdução e Objetivo: Verificar quais as possíveis razões que justifiquem o atraso da chegada do paciente com câncer bucal aos setores de maior complexidade de atenção em saúde.

Material e Método: O estudo teve como público-alvo cirurgiões-dentistas atuantes em Atenção Primária à Saúde formalmente vinculados ao Projeto TelessaúdeRS (276 potenciais participantes). Foi utilizado um questionário hospedado em software de questionários online, com o link para acesso disponibilizado por correspondência eletrônica e através da homepage do TelessaúdeRS. As respostas foram tabuladas em uma planilha de Excel (Microsoft®).

Resultados: Setenta e quatro questionários respondidos (26,8% da amostra inicial); 52,7% relatam não haver Centro de Especialidades Odontológicas para referência na sua Coordenadoria Regional de Saúde; 58,1% consideram como possíveis causas do atraso no diagnóstico de câncer bucal a associação dos fatores: falha do profissional, do paciente, da rede de saúde e falta de informação; em relação à autopercepção de aptidão para rastreamento e diagnóstico de câncer bucal, 71,6% responderam que seriam importantes capacitações.

Conclusões: O presente estudo sugere como possíveis razões que justifiquem o atraso da chegada do paciente com câncer bucal aos setores de maior complexidade de atenção em saúde a deficiência da rede de atenção e a necessidade de mais capacitações relacionadas à patologia.

Palavras-chaves: Câncer Bucal, Diagnóstico Tardio, Atenção Primária à Saúde.

Abstract

Introdução e Objetivo: To verify the possible reasons to justify the delay in the arrival of the patient with oral cancer to the most complex sectors of health care.

Material e Método: The study had as target audience dentists working in Primary Health Care formally linked to the Project TelessaúdeRS (276 potential participants). It was utilized a questionnaire hosted in a software of online questionnaires, with the link to access available by electronic mail and homepage of TelessaúdeRS. The responses were tabulated in an Excel spreadsheet (Microsoft ®).

Resultados: Seventy-four answered questionnaires (26.8% of the initial sample); 52.7% reported that there is no Dental Specialty Center for reference in its Regional Health’s Coordination; 58.1% considered as the possible causes of the delay in diagnosis of oral cancer the association of factors: failure from professional, from patient, from the health network and lack of information; related to the self-perception of suitability for screening and diagnosis of oral cancer, 71.6% replied that it would be important the offer of qualification courses.

Conclusões: The present study suggests that the possible reasons to justify the delay of the arrival of the patient with oral cancer to the most complex sectors of health care are: the deficiencies in the network care and the need for more qualifications courses related to the pathology.

Keywords: Mouth Neoplasms, Delayed Diagnosis, Primary Health Care


Artigos de Revisão

Objetos de Aprendizagem, Competências Profissionais para Profissionais de Saúde e e-Learning: Estudos para Desenvolvimento de uma Taxonomia

Lina Barreto Brasil
Mary Caroline Skelton-Macedo
Francisco Eduardo Campos
Ana Estela Haddad

Resumo

A Universidade Aberta do SUS – UNA-SUS (www.unasus.gov.br) foi concebida pelo Ministério da Saúde do Brasil, em parceria com 18 universidades públicas e serviços estaduais e municipais de saúde, com o objetivo de oferecer capacitação e educação profissional aos trabalhadores da saúde em atividade no SUS, o Sistema Único de Saúde, que conta, hoje, com cerca de 2,5 milhões de profissionais da área. Um dos principais focos da UNA-SUS é a produção de objetos de aprendizagem (OAs) interoperacionais e reutilizáveis, segundo as demandas identificadas pelos profissionais em atividade, tanto pelos que lidam com atenção à saúde, quanto pelos que lidam com assuntos de gerenciamento. Os OAs são publicados em arquivo gratuito, aberto ao público (http://ares.unasus.gov.br/acervo/). Um assunto estratégico para a expansão e, concomitantemente, para a manutenção da qualidade do que é sustentado com recursos públicos, é o estabelecimento de padrões. Para esse fim, planejamos construir uma taxonomia capaz de definir as competências pedagógicas, técnicas e profissionais, bem como as habilidades desejáveis que se espera de um determinado OA, para que este seja interoperacional e reutilizável.

Palavras-chaves: Objetos de Aprendizagem, e-Learning, Tecnologias da Informação e Comunicação, Atenção Primária à Saúde, Odontologia

Abstract

The Open University of the Unified Health System – UNA SUS (www.unasus.gov.br) was developed by the Brazilian Ministry of Health, in partnership with 18 public universities, as well as state and municipal health services, in order to provide capacity building and education for health professionals working at Brazilian Unified Health System (SUS), which has approximately 2.5 million health workers. One of its main components is the production of interoperable and reusable learning objects (LOs) according to the needs identified by the professionals at work, those who deal with healthcare, as well as management matters. The LOs are published in an archive that is open to the public and free of charge (http://ares.unasus.gov.br/acervo/). One strategic issue for expanding, and at the same time maintaining quality of what is financed by public funds, is establishing standards, and for this purpose we plan to develop a taxonomy capable of describing pedagogical, technological and professionals competencies and skills that are expected to be developed by a determined LO, in order for it to be interoperable and reusable.

Keywords: Learning Objects, e-Learning, Information and Communication Technologies (ICT), Primary Health Care, Dentistry


Relatos de Experiências

Experiência da Rede Brasileira de Teleodontologia

Ana Estela Haddad
Márcia Rendeiro
Adélia Delfina da Motta Silva Correia
Caren Bavaresco
Maria Celeste Morita
Mary Caroline Skelton-Macedo
Alexandra Maria Vieira Monteiro

Resumo

Este artigo descreve a experiência da Rede Brasileira de Teleodontologia como parte das estratégias em eHealth. Várias instituições de todo o país participam ou vêm recebendo treinamento e suporte para a implantação de seus próprios núcleos de Telessaúde e Teleodontologia. Diversas iniciativas estão sendo tomadas de modo articulado, a fim de facilitar a criação e a consolidação de uma rede de colaborativa de trabalho em Telessaúde e Teleodontologia.

Palavras-chaves: Telessaúde, Teleodontologia, Ensino a Distância, Redes Sociais

Abstract

This paper describes Brazilian experience of the National Teledentistry Network as part of the Brazilian eHealth Strategy. Many institutions from all over the country participate or are being trained and receiving support to constitute their own Telehealth and Teledentistry Centers. Multiple initiatives are held in an articulated plan, enabling capacity building and consolidation of a network for collaborative work in telehealth and teledentistry.

Keywords: telehealth, teledentistry, e-learning, social networks

Núcleo de Teleodontologia da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo: Uma Melhor Educação para uma Melhor Saúde em Tempos de TIC

Mary Caroline Skelton-Macedo
João Humberto Antoniazzi
Chao Lung Wen
Camilla Galatti Abdala
Ana Estela Haddad

Resumo

O Núcleo de Teleodontologia da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo (NTO-FOUSP) foi criado em articulação com o Núcleo São Paulo de Telessaúde, como parte do Programa Telessaúde Brasil, pelo Ministério da Saúde. Seu foco: dar suporte aos professores para uso das TIC. Também deverá oferecer teleconsultorias e Segundas Opiniões Formativas aos profissionais de saúde do Sistema Único de Saúde (SUS).

Palavras-chaves: Odontologia, Tecnologia Educacional, Saúde Pública

Abstract

The Teledentistry Center at the Faculty of Dentistry (NTO-FOUSP), University of São Paulo, was created in articulation with the Center of Telehealth of São Paulo, as part of the Brazilian Telehealth Program, by the Ministry of Health. Its first aim was to offer support to the professors for a better use of ICT. It should also offer teleconsulting and the Second Formative Opinion for health professionals working at the Unified Health System (SUS).

Keywords: Dentistry, Educational Technology, Public Health

Telessaúde Brasil Redes e Teleodontologia: Relato da Experiência em Mato Grosso do Sul

Adélia Delfina da Motta Silva Correia
Beatriz Figueiredo Dobashi
Crhistinne Cavalheiro Maymone Gonçalves
Marcelo Nakaya Kanomata
Valéria Regina Feracini Duenhas Monreal
Euder Alexandre Nunes

Resumo

Este artigo trata do relato da experiência da Teleodontologia no Programa Telessaúde Brasil Redes em Mato Grosso do Sul, gerido pela Secretaria de Estado de Saúde. São apresentados consolidados referentes a 2012, tanto de teleconsultorias quanto de ações de teleducação em Odontologia, revelando a Teleodontologia como potente ferramenta para o apoio à Saúde Bucal na Atenção Primária.

Palavras-chaves: Odontologia, Teleodontologia, Teleconsultoria, Teleducação, Atenção Primária à Saúde

Abstract

This article aims to share Teledentistry experience from Telehealth Brazil Networks Program in Mato Grosso do Sul, which is managed by the State Department of Health. It is presented consolidated data referring to 2012, representing Dentistry teleconsultings and Dentistry tele-education actions, revealing Teledentistry as a powerful tool to support the Oral Health in Primary Health Care.

Keywords: Dentistry, Teledentistry, Teleconsulting, Tele-education, Primary Health Care

A Experiência do SIG - Diagnóstico Bucal

Maria Inês Meurer
Manoela Domingues Martins
Viviane Almeida Sarmento
Fabrício Mesquita Tuji
Celso Augusto Lemos Junior
Cassius Carvalho Torres-Pereira

Resumo

A criação de Grupos de Interesse Especial (SIG, no acrônimo em inglês) nasceu de uma iniciativa da Rede Universitária de Telemedicina (RUTE), visando a colaboração remota entre profissionais da saúde. Nos SIGs, profissionais de saúde discutem temas específicos através de interação virtual. Este relato visa apresentar objetivos e modelos de funcionamento do SIG – Odontologia – Diagnóstico Bucal.

Palavras-chaves: Telemedicina, Saúde Bucal, Videoconferência

Abstract

The Special Interest Groups (SIG) emerged from an initiative of Telemedicine University Network in Brazil, which aims remote collaboration between health professionals on the discussion of specific topics through virtual interaction. This report presents the objectives and operating model of SIG - Oral Diagnosis.

Keywords: Telemedicine, Oral Health, Videoconferencing